The Greater the Obstacle, The Greater His Glory

Uma vida que glorifica a Deus encontrará desafios do tamanho de Deus.


INTRODUÇÃO

Então Moisés estendeu a mão sobre o mar, e o Senhor afastou o mar e o tornou em terra seca, com um forte vento oriental que soprou toda aquela noite. As águas se dividiram e os israelitas atravessaram pelo meio do mar em terra seca, tendo uma parede de água à direita e outra à esquerda. Os egípcios os perseguiram, e todos os cavalos, carros de guerra e cavaleiros do Faraó foram atrás deles até o meio do mar...

– Êxodo 14. 21–23 

Mas o Senhor disse a Moisés: "Estenda a mão sobre o mar para que as águas voltem sobre os egípcios, sobre os seus carros de guerra e sobre os seus cavaleiros". Moisés estendeu a mão sobre o mar, e ao raiar do dia o mar voltou ao seu lugar. Quando os egípcios estavam fugindo, foram de encontro às águas, e o Senhor os lançou ao mar...

– Êxodo 14. 26 – 27 

Israel [o povo hebreu] viu o grande poder do Senhor contra os egípcios, temeu ao Senhor e pôs nele a sua confiança, como também em Moisés, seu servo. Então Moisés e os israelitas entoaram este cântico ao Senhor: "Cantarei ao Senhor, pois triunfou gloriosamente. Lançou ao mar o cavalo e o seu cavaleiro! O Senhor é a minha força e a minha canção; ele é a minha salvação! Ele é o meu Deus e eu o louvarei, é o Deus de meu pai, e eu o exaltarei! O Senhor é guerreiro, o seu nome é Senhor”...

– Êxodo 14. 31–15.3

Finalmente, Faraó permitiu a saída da nação hebraica. E o povo saiu do Egito. Mas o atitude de Faraó logo mudou. Com seu exército, perseguiu o povo hebreu até a beira do mar. Assim Deus dividiu o mar para que o povo hebreu pudesse atravessá-lo em terra seca. E enquanto os egípcios os perseguiam, Deus fez o mar voltar, afogando todo o exército egípcio.

– A ESPERANÇA, Capítulo 6

Observe e considere

Como se estivéssemos olhando pela lente de uma máquina fotográfica, examinemos a lição de hoje por duas perspectivas. Primeiro daremos uma olhada de perto, depois abriremos o zoom para uma visão de ângulo aberto.

De perto, quase podemos sentir a névoa salgada do mar à nossa frente enquanto o exército egípcio se aproxima por trás. Você viveu  sua vida inteira como escravo no Egito. Depois, numa reviravolta incrivelmente dramática de acontecimentos, o governante do Egito não apenas deixa você ir, mas manda-o embora com muitas coisas de valor. Você mal deixou o Egito, e milhares de pessoas se aglomeram à sua volta e à volta de sua família. O medo está estampado em cada rosto. Nesse instante, quando você pensa que toda esperança de liberdade se foi, Moisés ergue sua vara e o mar se abre à sua frente! Deus fez um caminho onde parecia não haver saída...não apenas um caminho de escape para seu povo, mas também um modo de destruir a ameaça do poderoso exército egípcio.

Agora fechemos o zoom e vejamos esse mesmo acontecimento num contexto mais amplo. Lembre-se que na primeira lição deste capítulo analisamos um sonho no qual Deus deu a Abraão uma maravilhosa antevisão do que haveria de vir:

  • Os descendentes de Abraão seriam estrangeiros numa terra que não lhes pertencia.
  • Eles seriam escravizados e oprimidos por quatrocentos anos.
  • Finalmente Deus julgaria a nação que os escravizara.
  • Após o juízo de Deus, os descendentes de Abraão deixariam essa nação com muitas riquezas.
  • A vida de Abraão terminaria em paz e idade avançada.

Com a história de hoje, tudo que Deus tinha dito a Abraão se cumpriu. Aqueles que ouviram (e creram) na história de Abraão, transmitida de geração a geração, devem ter aguardado ansiosos por este dia. Eles devem ter ficados surpresos quando Deus dividiu o mar, embora um pouco menos ansiosos, sabendo que Deus havia prometido livrá-los e que tudo mais que Deus prometera até este ponto havia se cumprido.

Pergunte e reflita

  • Por que você acha que Deus permitiu que o povo hebreu fosse liberto do Egito para depois ser perseguido pelo exército egípcio? (Dica – leia a passagem em Êxodo 14.31 até 15.3 mencionada no início desta lição).
  • Deus preparou um caminho para o povo hebreu quando aparentemente não havia nenhum. Deus já preparou um caminho para você quando parecia não haver nenhum? Em caso afirmativo, explique. Qual foi a sua reação? Foi parecida com a do povo hebreu mencionada em Êxodo 14.31 – 15.3?
  • Se de fato houve algumas pessoas do povo hebreu que prestaram atenção na promessa bem específica que Deus dera a Abraão, você consegue entender como eles podiam estar confiantes de que Deus os salvaria eles dos egípcios? Você é capaz de ver como o estudo das promessas de Deus para você na Bíblia pode aumentar sua confiança Nele? 

Decida e aja

Os capítulos na Bíblia que detalham essa história (Êxodo 14 e 15) estão repletas de lições para nós. Dedique algum tempo para ler estes capítulos e para pensar sobre o que leu.

Êxodo 14.14 diz: “O Senhor lutará por vocês; tão-somente acalmem-se".  Com certeza há momentos para lutar ou falar, mas para o povo hebreu esse não era um desses momentos. Deus havia escolhido esta situação para ensinar algo. Se o povo hebreu pudesse ter feito alguma coisa para se salvar (o que não podia), então pessoas ao longo dos tempos diriam que aquele povo hebreu era realmente extraordinário. Entretanto, Deus propôs um dilema que só Ele podia resolver e pelo qual somente Ele podia ser louvado.

Se você quer que Deus receba a glória por causa de sua vida, então prepare-se para provações. Ele pode muito bem permitir um obstáculo em sua vida que só Ele pode superar. Na verdade, quanto maior o obstáculo, mais Ele é glorificado quando Ele vence o obstáculo. E se Ele está lhe dizendo  para ficar calmo, deixe que Ele lute por você. Assim como o povo hebreu, você descobrirá que “O Senhor é guerreiro” (Êxodo 15.3), capaz de abrir um caminho quando parece não haver nenhum!

For Further Study