Created to Love God and Be Loved by God

De onde vem a sua imagem de Deus?


INTRODUÇÃO

Pois o homem foi criado para amar a Deus e ser amado por Deus.

– A ESPERANÇA, Capítulo 2

Observe e considere

A impressão que temos de uma pessoa inevitavelmente influencia o modo como reagimos a essa pessoa. Por exemplo, se o seu colega de trabalho lhe diz que o seu supervisor ficou muito bravo com você, como acha que você reagiria se esse supervisor (ou supervisora) de repente aparecesse na porta do seu escritório?

Ou se você estivesse dirigindo por uma rua ao ouvir a sua música predileta e visse uma viatura da polícia aproximando-se com as luzes acesas. Você olharia imediatamente para seu velocímetro para certificar-se de que não estava violando a lei? Se você for como a maioria, sim.

Da mesma maneira, muito provavelmente a sua percepção de Deus determinará a sua reação a Ele. Vimos a citação acima numa lição anterior, mas não nos demoramos muito nela naquela ocasião. Mas como essa simples declaração é tão significativa, vamos refletir a seu respeito mais uma vez e ver o que isso significa para nós. Se esta frase for verdadeira, ela será fundamental para todas as outras verdades que iremos examinar em nosso estudo da história de Deus na ESPERANÇA.  Se não for verdadeira, não poderemos culpá-lo se você abandonar este estudo agora mesmo.

Não é possível comprovar esta declaração de A ESPERANÇA efetivamente apenas com alguns versículos bíblicos. É por isto que criamos A ESPERANÇA e escrevemos este guia. Somente quando alguém considera a história de Deus como um todo, tal como a Bíblia a registrou, será possível começar a compreender a verdade de um versículo como 1 João 4.8 que afirma simplesmente: “Deus é amor”.

Pense nesse versículo por um instante. Ele não diz que Deus ama, e sim que Deus é amor. Deus ama porque é amor. Deus não faz nada que não envolva seu amor de algum modo, pois amor é quem ele é.

Naturalmente, ainda que um estudo aprofundado da história de Deus possa ajudar uma pessoa a crescer em seu entendimento conceitual do amor de Deus,  é apenas quando experimentamos o amor de Deus nos altos e baixos da vida que este amor se torna intimamente real para nós. Cada um de nós precisa que essa verdade seja gravada em sua alma de tal modo que ela apague qualquer imagem distorcida que possamos ter de Deus, e a substitua por uma imagem correta e verdadeira. Até o conhecermos como Ele realmente é, não reagiremos a Ele corretamente.

Pergunte e reflita

  • Como que você vê ou entende Deus hoje? Você o vê como o chefe bravo ou o policial que mencionamos no início da lição? Você o vê como um pai amoroso ou amigo? Como você entende Deus neste momento? Pense antes de responder.
  • De onde veio esta ideia de Deus?  Como isso afetará o modo como você responderá a Ele hoje?
  • Você diria que está experimentando o amor de Deus em sua vida neste momento? Por que sim ou por que não? Quais experiências de seu passado contribuem para sua experiência no presente?

Decida e aja

As perguntas acima merecem mais do que alguns minutos de atenção. Talvez você tenha de dedicar o tempo que for necessário para examinar essas questões e elaborar suas respostas. Pode ser que você até queira anotar seus pensamentos num diário.

Peça a Deus que lhe mostre como sua imagem a respeito Dele pode estar distorcida. Peça-lhe que faça para você uma imagem verdadeira. E lembre-se,  esse tipo de obra prima pode levar a vida inteira – mas seria um tempo bem gasto!