The Final Goal of the Grand Story

Adoradores de todas nações.


INTRODUÇÃO

Então ele dirá aos que estiverem à sua esquerda: “Malditos, apartem-se de mim para o fogo eterno, preparado para o Diabo e os seus anjos...”

– Mateus 25.41

Todavia, como está escrito: “Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam”.

– 1 Coríntios 2.9

Todavia, de acordo com a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, onde habita a justiça.

– 2 Pedro 3.13

E eles cantavam um cântico novo: “Tu és digno de receber o livro e de abrir os seus selos, pois foste morto, e com teu sangue compraste para Deus gente de toda tribo, língua, povo e nação. Tu os constituíste reino e sacerdotes para o nosso Deus, e eles reinarão sobre a terra”.

– Apocalipse 5.9-10

Quem não te temerá, ó Senhor? Quem não glorificará o teu nome? Pois tu somente és santo. Todas as nações virão à tua presença e te adorarão, pois os teus atos de justiças se tornaram manifestos.

– Apocalipse 15.4

E assim tem sido desde aquele tempo até hoje. Sempre que uma pessoa, pela fé, se volta para Jesus como Cordeiro sacrificial de Deus e Senhor ressurreto de todos, seus pecados são perdoados e o Espírito de Deus vem até ela, trazendo vida eterna.

O número daqueles que decidiram seguir a Jesus cresceu para incluir centenas de milhões de pessoas. E de acordo com a história de Deus, virá o tempo em que entre seus seguidores haverá gente de todas as tribos e nações debaixo do céu. Então Jesus voltará, exatamente como prometeu.

Aqueles que rejeitaram Jesus ao longo dos tempos ficarão separados para sempre de Deus no lugar que foi preparado para Satanás e seus seguidores. Aqueles que confiaram em Jesus conhecerão a vida como ela deve ser, com Deus... para sempre.

– A ESPERANÇA, Capítulo 12

Observe e considere

Não existe assunto mais desagradável para tratar do que o inferno. Mas se o inferno é real, nada pode ser menos amoroso do que evitar falar a respeito da realidade. Centenas de passagens da Bíblia tratam do tema e Jesus falou mais sobre o inferno do que todos os outros escritores da Bíblia. O inferno é real, e Jesus claramente quis advertir as pessoas para que elas possam evitar passar a eternidade ali.

Em relação a esse tema, temos de estar conscientes de que: 1) o inferno não foi criado para o ser humano, e sim para Satanás e seus anjos (Mateus 25.41), e 2) não se trata tanto de Jesus mandar as pessoas para o inferno, mas elas optam por ir por esse caminho ao rejeitar a salvação de Deus por Jesus (João 12.48).

A verdade é que todos iriam para o inferno se Jesus não tivesse pagado o castigo por seu pecado e se não tivessem aceitado o convite de Deus para receber o que Jesus fez por eles. Ou, vendo por outro ângulo, o céu é tudo o que tem a ver com Jesus, então se alguém rejeita Jesus, na verdade está rejeitando o céu.

A distância e o contraste entre a eternidade com Jesus e a eternidade longe de Jesus não poderiam ser maiores. Nada se compara a isso. Com base em 1 Coríntios 2.9 sabemos que o que Deus preparou para aqueles que o amam é mais maravilhoso do que poderíamos entender. Mas a partir dos versículos acima (e muitos outros na Bíblia) podemos concluir que aqueles que o amam estarão preparados para habitar num novo céu e numa nova terra, onde reinarão com ele (Apocalipse 22.5) e o glorificarão (Salmo 86.12) para sempre!

No início do nosso estudo vimos que a Bíblia é a meta-narrativa, a grande história que explica todas as outras histórias.1 A Bíblia coloca toda a história humana na perspectiva correta. E à medida que nos aproximamos do final de nosso estudo, vemos que o propósito de tudo isso é abençoar o homem de modo que Deus seja bendito e glorificado para sempre. O objetivo da grande história é a glória de Deus. Como diz o teólogo John Piper, “o objetivo final de todas as coisas é que Deus seja adorado com a afeição ardente por um grupo de gente incontável de todas as tribos, línguas, povos e nações”.2 É esse o seu objetivo?

Pergunte e reflita

Algumas pessoas querem ir para o céu por que o veem como um lugar em que seus anseios mais profundos finalmente serão satisfeitos. Elas imaginam que serão felizes para sempre. Contudo, se John Piper resumiu corretamente o objetivo de Deus nesse mudo, então o céu tem um propósito eterno, que não é oferecer aquilo de que sentimos falta durante nossa existência terrena. Sim, no céu nossos anseios mais profundos serão satisfeitos e seremos felizes, mas não necessariamente de acordo com o que pensamos que nos fará felizes neste mundo. De algum modo, cada cidadão do céu ficará satisfeito por se entregar ao propósito de glorificar a Deus para sempre. Pergunte-se:

  • É a glória de Deus que eu anseio?
  • É Deus por quem anseio?
  • Se não, por que não? O que eu desejo, senão a ele? Quem, senão ele, é o objeto do meu anseio?

Decida e aja

Estamos muito próximos do final de nosso estudo juntos. Se você não tem certeza do seu destino eterno, mas quer ter, vá imediatamente para a seção “Conhecendo Deus” no final deste estudo e leia-o e examine-o cuidadosamente. Não adie isso. A eternidade pode estar mais perto do que você imagina.

Se você conhece Jesus, mas quer saber mais sobre o céu, nós o convidamos a estudar em dos recursos relacionados no final desta página. Você não precisa esperar para aprender sobre a eternidade.

For Further Study

  • Randy Alcorn, In Light of Eternity. Waterbrook Press, 1999. The author challenges us to live our lives in light of eternity, and helps us realize that what we really crave is found there.
  • Randy Alcorn, Heaven. Tyndale House Publishers, 2004. This book provides us with a thoroughly researched biblical description of heaven. Many of us have serious questions about heaven, and also some not–so–serious questions. Alcorn addresses these issues and helps us to develop a greater understanding and deeper longing for our eternal destination.
  • Ted Dekker, The Slumber of Christianity: Awakening a Passion for Heaven on Earth. Nelson Books, 2005. The author challenges believers, asking us to wake up from our bored slumber and remember our central hope. His goal is to ignite our passion for the exotic and pleasurable eternal inheritance that God has planned for those of us who will inherit His kingdom in heaven.
  • Dr. Bill Gillham, False Notions. (© Lifetime Guarantee Ministries, 1997–2006. This article originally appeared in the October, 2000 issue of Discipleship Journal). Retrieved December 8, 2006.

Footnotes

1Review Lesson 5.
2John Piper, There Is No Greater Satisfaction! (© Desiring God, 1990). (http://www.desiringgod.org/resource-library/articles/there-is-no-greater-satisfaction). Retrieved August 20, 2013.