The Significance of the Resurrection – Part 2

O homem fez novo - a morte do velho homem.


INTRODUÇÃO

E, se Cristo não ressuscitou, inútil é a fé que vocês têm, e ainda estão em seus pecados.

– 1 Coríntios 15.17

Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova. Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição. Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado; pois quem morreu, foi justificado do pecado.

– Romanos 6.4-7 

... quando vocês foram sepultados com ele no batismo, e com ele foram ressuscitados mediante a fé no poder de Deus que o ressuscitou dentre os mortos.

– Colossenses 2.12

Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!

– 2 Coríntios 5.17

Observe e considere

Na lição anterior examinamos o que o apóstolo Paulo escreveu sobre a ressureição de Jesus em 1 Coríntios 15.14-19. Nesta lição continuaremos nosso estudo da ressureição, começando com um versículo daquela passagem. O versículo 17 afirma que se Cristo não ressuscitou dos mortos, então continuamos em nossos pecados. Vamos examinar isto mais a fundo.

Na lição 18 vimos que o pecado infectou todos desde Adão. Ainda assim, algumas pessoas acreditam que podem livrar-se a si mesmas do pecado ao viver uma vida direita, tornando-se cada vez melhores. Isso não é o que a Bíblia ensina. De acordo com a Bíblia, a única maneira de lidar com o pecado é condená-lo e  fazê-lo morrer (Romanos 8.13), e foi exatamente isso que Jesus fez com Sua morte na cruz.

Observe que, segundo Romanos 6.5-6, de certo modo quando Jesus foi crucificado, você (seu antigo eu) foi crucificado com Ele. Ao pensar a respeito, talvez seja útil lembrar que como Deus não é limitado pelo tempo ou espaço, o que Ele faz no tempo e no espaço também não se restringe aos limites normais do tempo ou espaço. Portanto, ainda que talvez não o compreenda agora, Jesus levou você com Ele para a cruz, mesmo que você ainda não tivesse nascido.

É importante notar também que quando a Bíblia usa a expressão ”velho homem”, ela se refere a quem você era antes de confiar em Jesus para pagar o preço dos seus pecados e reconciliar você com Deus. Em outras palavras, “velho homem” refere-se à pessoa que você era quando estava sob o castigo e o  poder do pecado. Assim, quando lemos com cuidado os versículos 6 e 7, vemos que o nosso velho homem foi crucificado junto com Cristo “para que o corpo do pecado seja destruído”, para que “não mais sejamos escravos do pecado” mas sim “justificado do pecado”. Deus resolve o problema do pecado ao levar você (o seu velho eu) para o sepulcro. Ainda no versículo 7, “pois quem morreu, foi justificado do pecado”. É maravilhoso estar livre do poder do pecado, mas não é bom permanecer morto no sepulcro. É por isto que a ressureição é tão importante!

Conforme Romanos 6.5 e Colossenses 2.12, não somente somos crucificados com Jesus, mas fomos ressuscitados com Ele para andar em “novidade de vida” (Romanos 6.4)! E em 2 Coríntios 5.17 vemos que se estamos em Cristo (tendo encontrado refúgio Nele), então somos novas criaturas: as coisas velhas já passaram! Se você foi ressuscitado com Jesus, então seu velho eu (quem você era) ainda está no sepulcro, e você foi transformado em uma nova pessoa com uma nova identidade em Cristo!

Talvez você pense: “Mas espere um pouco, eu ainda luto com o pecado. Como isso é possível se morri para o pecado?” O apóstolo Paulo analisa essa questão a fundo nos capítulos 7 e 8 de Romanos. Basicamente, Paulo explica que ainda há pecado em nossa carne (Romanos 7.18-23), mas que não estamos  mais irremediavelmente sujeitos à sua influência (Romanos 8.12). Agora estamos livres para viver como vitoriosos sobre o pecado pelo poder de Deus em nós. E isso é possível graças à ressureição!

A ressureição que estudamos em Romanos 6.4-6 é essencialmente uma ressureição espiritual na qual, tendo morrido para o pecado, fomos  vivificados para Deus (Romanos 6.11). A Bíblia também ensina que um dia todos os que confiam em Jesus experimentarão uma ressureição literal, quando receberão um corpo novo em folha, como o Dele (1 Coríntios 15.50-53), não corrompido pelo pecado. Esse novo corpo será capaz de viver para sempre no céu (1 Coríntios 15.40-44). Mais uma vez, isso tornou-se possível por causa da ressureição de Jesus, que nos antecedeu!

Então, qual é a importância da ressureição? Em resumo, foi a cruz que nos livrou do castigo do pecado. Mas foi nossa ressureição espiritual com Jesus que nos livrou do poder do pecado. E será a nossa ressureição física por Jesus que nos livrará final e definitivamente da presença do pecado!

Pergunte e reflita

  • Esta lição ajudou-o a compreender melhor o significado de nosso versículo de abertura, 1 Coríntios 15.17? Em caso afirmativo, explique como. Se não, tente explicar o que não entendeu.
  • A sua ideia do significado da ressureição mudou depois dessas últimas lições? Explique.

Decida e aja

Esta lição contém bastante “alimento ”. Se você ainda não conseguiu digerir tudo, continue mastigando! Leia de novo, em oração. Dedique tempo para ler Romanos 5, 6, 7 e 8. Estude o material recomendado abaixo. A verdade que está diante de você tem o poder de libertá-lo de maneiras que você nunca imaginou serem possíveis!

For Further Study